top of page

Santa Cruz e Sport: batalha nos tribunais do STJD

Rivais históricos, Sport e Santa Cruz vivem situação curiosa e preocupante longe dos gramados: estão com os olhos voltados para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Ambos precisam que seus advogados joguem bem no chamado "tapetão".


O Tricolor do Arruda tem nesta quinta-feira (4/4) a última esperança de jogar a Série D do Campeonato Brasileiro deste ano. O julgamento está previsto para começar a partir do meio-dia. Os corais pleiteiam a vaga do Democrata de Sete Lagoas-MG. A alegação do jurídico do Santa (foto abaixo)é que o clube não obteve critérios técnicos para jogar a competição, já que foi rebaixado ano passado para a Segunda Divisão do Campeonato Mineiro e herdou a vagas após a desistência de três equipes mineiras.




SPORT


Apesar de ter a decisão do Campeonato Pernambucano para disputar sábado (6/4) contra o Náutico, o Sport é outro envolvido nos tribunais. Nesta quarta-feira (3/6), uma grande confusão envolveu o jogo das quartas de final da Copa do Nordeste contra o Ceará, marcado para a Arena de Pernambuco na semana que vem.


Em resposta a uma intimação do STJD sobre a logística da partida, a Polícia Militar de Pernambuco disse que só poderia garantir "segurança absoluta" em caso de o jogo ser com portões fechados. O Sport e a Federação Pernambucana reagiram veementemente.



Na sequência, a Secretaria de Defesa Social (SDS) alegou em entrevista coletiva que o Estado tem sim condições de dar segurança ao jogo. De acordo com o secretário Alessandro Carvalho houve um entendimento errado sobre a recomendação da Polícia Militar. A medida foi apenas uma resposta ao ofício do STJD, que exigia "absoluta segurança".


Fato é que o STJD deve deliberar em breve sobre o caso. Lembrando ainda que, no dia 9 de abril, será o dia do julgamento no Pleno do órgão sobre a punição do Sport de oito jogos de portões fechados imposta em primeira instância por conta do ataque ao ônibus do Fortaleza feito por três grupos da Torcida Jovem do Leão. O rubro-negro cumpriu apenas dois e obteve o efeito suspensivo.


Foto: Divulgação

42 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page