top of page

Massacrado pelo racismo, futuro de Vini Jr vira incógnita

O atacante Vinícius Júnior virou uma grande estrela do Real Madrid. Em campo, o jogador brilha com a bola no pé. Porém, fora das quatro linhas, ele tem sofrido bastante. No último domingo (21/5), no jogo contra o Valencia, o brasileiro foi vítima pela nona vez de ataques racistas.


Diante disso, Vinícius Júnior não tem se sentido protegido e está bastante esgotado com a situação. Sendo assim, o atacante não descarta a possibilidade de sair do futebol espanhol.


Nos bastidores, a informação que circula é que integrantes do staff de Vinícius Júnior cogitaram a situação. Sem nenhuma medida efetiva contra o racismo por parte das autoridades espanholas, as pessoas que cuidam da carreira do jogador brasileiro estão avaliando uma mudança de ambiente.


Uma possível saída do Real Madrid foi sinalizada pelo próprio Vinícius Júnior após o duelo contra o Valencia, onde recebeu as ofensas racistas.


"No Brasil, a Espanha é conhecida como um país de racistas. E, infelizmente, por tudo o que acontece a cada semana, não tenho como defender. Eu concordo. Mas eu sou forte e vou até o fim contra os racistas. Mesmo que longe daqui", escreveu o atacante, em publicação no perfil pessoal no Instagram.


Nessa segunda-feira (22), em nova publicação na rede social, Vinícius Júnior voltou a se manifestar. "O que falta para criminalizarem essas pessoas? E punirem esportivamente os clubes? Por que os patrocinadores não cobram a La Liga? As televisões não se incomodam de transmitir essa barbárie a cada fim de semana?. O problema é gravíssimo e comunicados não funcionam mais. Me culpar para justificar atos criminosos também não", completou o jogador do Real Madrid, que classificou o acontecido como 'crime de ódio'.

21 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page